O perfil do gamer no Brasil

Centro de Excelência Apple
Av. T-1 Nº 2266, Setor Bueno - Goiânia - GO

(62)3251-2001

Cadastre-se Grátis e receba nosso conteúdo!

O perfil do gamer no Brasil

O perfil do gamer no Brasil
Share on Facebook0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0

O mercado de games é um dos que mais cresce hoje no Brasil, e conforme as empresas vão se consolidando, cria-se a necessidade de entender o desejo do público e suas preferências. Por isso é importante saber o perfil do gamer, principalmente no Brasil, um dos maiores consumidores de jogos do mundo.

Com isso, a Sioux (Agência de tecnologia Interativa) juntamente com a Blend New Research (Empresa de Pesquisa Especializada em consumo) e com o GameLab da ESPM realizaram um estudo que elaborou o perfil do gamer no Brasil. A pesquisa teve a participação de 2.848 pessoas de 26 estados e mostra os hábitos de consumo nas principais plataformas de jogos como o mobile, consoles e computadores, conforme o cenário atual do mercado de games.

Confira alguns dos principais dados da pesquisa:

PERFIL E COMPORTAMENTO

Segundo a pesquisa a apreciação dos jogos não se dá apenas aos jovens e crianças, uma vez que a faixa etária principal dos gamers é de 25 a 34 anos, sendo eles 52,9%, composto por homens e 47,1% por mulheres. E apenas 11% dos entrevistados se consideram ‘’gamers’’, a grande maioria se considera meros consumidores causais que consomem jogos como forma de entretenimento.

O perfil multiplataforma se adere muito bem ao gamer brasileiro, pois 70,8% deles jogam em mais de uma plataforma. O mais popular é o smartphone com 77,2% de preferência dos usuários, depois segue com os computadores com 66,9% e consoles com 45,7%.  A categoria de jogos preferida foi o de estratégia com 54,7%, seguida de aventura com 49,0% e ação com 42,3%.

Um outro fator que foi inserido na pesquisa foram os locais onde o consumidor joga. Hoje, com a flexibilidade dos mobile, 87,6% dos entrevistados relatam que jogam enquanto estão se deslocando no transito, seja no carro, ônibus ou metrô.

MOBILE (SMARTPHONES E TABLETS)

Dos entrevistados, 71,9% declararam ter o habito de baixar aplicativos de jogos em seus celulares. Os jogos gratuitos são os mais baixados pela maioria dos jogadores, 78,2%, isso porque metade dessas pessoas afirmam que existem muitas opções com a mesma proposta e 48,2% tem o receio de comprar e não gostar.

A principal fonte de informação sobre os jogos mobile vem de amigos com 45,1%, em segundo lugar são as redes sociais com 41,2%. 68,2% das pessoas afirmam que concordam em baixar jogos gratuitos, mas que contem anúncios publicitários, mas, a grande maioria, admite que atrapalha a jogabilidade e desempenho do jogo. Já nos tablets, a disposição é a mesma, mas com destaque para o costume de baixar toda semana algum jogo diferente, 31,1%.

CONSOLES

A sétima geração de consoles, composta por Xbox 360, PS3 e Nintendo Wii, é a mais popular. Tendo o Xbox 360 como o mais utilizado com 40,9% seguido pelo PlayStation 3 com 29,5%. Os consoles da nova geração, oitava, constituída por Xbox One, PS4 e WiiU, o que tem mais relevância dentre os gamers é o PlayStation 4 com 24,7%.

O perfil de compra dos consumidores da plataforma de consoles giram em torno de 68,5% que adquirem produtos oficiais no varejo brasileiro, 14,5% no mercado paralelo e 10,2% em viagens internacionais. A maioria compra até três jogos por ano sendo eles 64,8%. E um fator interessante no comportamento de compra do público, é a aquisição de jogos usados, mencionado por 46,1% dos entrevistados.

CATEGORIA: COMPUTADORES

O Windows 7 é o sistema operacional mais popular entre os gamers com 39,1%, mesmo após quase sete anos de seu lançamento, seguido pelo Windows 10 com 31,5%. O notebook, como dispositivo de jogo, é o preferido com 68,6%. Mas segundo os entrevistados o computador tem como sua principal vantagem uma melhor precisão para se jogar com 20,6%, seguida pelo menos custo na compra de jogos com 19,0%.

O mercado on-line é o principal canal de vendas para jogos de PC com 37,2% da preferência dos gamers, seguido do mercado físico  com 27,8% e micro transação dentro do próprio jogo com 15%. O serviço online da Steam foi considerado o mais usado dentre eles. 

Com a realização dessa pesquisa é possível ter um mapa das necessidades e preferencias do público gamer no Brasil para a criação e desenvolvimento de jogos. Assim fica mais fácil saber das preferências de seu público e obter sucesso em seus projetos.

Você achou essa pesquisa de perfil do gamer no Brasil interessante? Comente com a gente! 

Os dados contidos nessa matéria foram retirados da pesquisagamebrasil.com.br de 2016.

Share on Facebook0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0
Quer saber como criar o game que você sempre sonhou?
Ebook iGames

Baixe seu ebook - "Como criar o jogo do seus sonhos em 5 passos!"

McTech © Todos os Direitos Reservados - 2015 | Desenvolvido por Blueberry - Soluções Digitais